ELEIÇÕES PERUÍBE: O CENÁRIO PARA 2016

22 06 2015
image

Foto:g1

Já está em treze o número de pré candidatos para o pleito eleitoral de 2016 para o cargo de chefe do executivo de Peruíbe e o debate ganha tons mais duros conforme avança o tempo.

Se o prazo para se filiar e estar hábil para a disputa do ano que vem finda-se em Outubro, segundo a legislação eleitoral, ou para ser mais preciso: fim de setembro, a correria para estar no time que deve conduzir Peruíbe a ventos melhores, está a todo vapor. No momento, parece ser consenso entre os partidos que novos e bons nomes para compor as chapas para a disputa do legislativo devem ser priorizados, a baixa qualidade das duas últimas câmaras e o desejo de renovação da população, criam essa perspectiva nos dirigentes partidários, mas os caciques sabem que abrir mão dos medalhões é um risco e ousar e correr riscos em prol de uma cidade melhor não é o forte desses camaradas.

Temos que convir, se por um lado o povo quer renovar a câmara, por outro lado os supostos “novos” nomes são quase todos veteranos da “velha” política, ex-diretores e derrotados nas outras eleições, com vínculos com políticos “escolados”, acabam sendo opções pouco ou nada convincentes e isso pode reduzir drásticamente a esperada revolução no legislativo.

Portanto a esperança parece que ficará para o próximo chefe do executivo, o que parece ser também um problema a nível de quadros que empolguem de fato a população. Isso por que, excetuando um nome que se propõe a soar como novo, mas a forma que vem se articulando me parece muito com o modus operandi de outros pré candidatos, no caso o pouco (ou nada) conhecido Barros (PRB),  empresário dono do bar Altas Horas, todos os outros nomes tem uma vivência considerável na política local, são eles: Ana Preto (PTB), Alex Matos (PSB), André de Paula (PMDB), Carlos Rúbia (PSD), DR.Valdez (PTdoB), DR. Luiz Maurício (PSDB), EMER (PSDC), Mario Omuro, Milena Bargieri (PSB), Nelsinho do Posto (PR), Onira, Zeca da Firenze (PV) e o empresário citado logo acima, a lista é longa e demonstra que pelo menos para o executivo, algum veterano, mesmo que não tenha empunhado a principal caneta do município, é que deve sentar na cadeira em 2017.

OS DESAFIOS:

Independente de quem assuma a gestão do município em 2017, terá fortes desafios e possívelmente sofrerá (e muito) nos dois primeiros anos de mandato, isso deve acontecer devido o estado atual do município o qual nos permite fazer uma projeção futura, que deve ser muito próxima da realidade.

Dívidas astrônomicas, muitas delas feitas sem planejamento algum na atual gestão. Serviços importantes e estratégicos como transporte público, lixo e outros, todos terceirizados sem critérios e responsabilidade com o orçamento público e uma saúde trágica, devem tirar o sono das equipes de campanha, que precisam apresentar a população um projeto sério e eficiente, não bastará dizer que vai fazer, o povo quer saber “como fazer”?

A próxima eleição tem uma importância fundamental para o futuro de nosso município, que hoje cresce em um ritmo assustadoramente lento e observa com olhos “invejosos” a vizinha Itanhaém crescer e encarar suas dificuldades com seriedade e projetos de interesses públicos. As únicas coisas que crescem em nossa cidade são a violência, furtos, roubos, baixa auto-estima do cidadão e dos empregadores, desemprego, mortes por falta de saúde pública, desesperança e revolta.

2016 está aí e o debate precisa ser maduro e coerente com as ânsias do cidadão peruibense, que não aguenta mais sofrer.

#ÉpauNaLomba

Anúncios

Ações

Informação

One response

23 06 2015
Olivan

O PTdoB de Peruíbe caminha para apresentar ao eleitor uma candidatura consistente e fundada nos princípios do respeito aos anseios da população. Nosso foco principal é a calamidade em que se encontra a saúde, porém sabemos que a cultura e o turismo são pontos fracos desde sempre. Nosso pré candidato, doutor Valdez, médico conceituado da região, pretende levar a população de Peruíbe uma administração austera e comprometida apenas com as necessidades da sociedade e não com os padrinhos eleitorais. Vamos sim competir com candidatos de padrinhos milionários e que certamente vão querer de volta cada centavo investido em seus afilhados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: